CANTINHO MÁGICO

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A COMPLEXA NATUREZA HUMANA


Para tentar entender a Natureza Humana, precisamos entender que uma das leis mais imutáveis que existe, é aquela que é representada por nossa imagem no espelho, ou seja, como nossa imagem nos é devolvida pelo espelho, nossos atos serão retribuídos da mesma maneira. Se sorrirmos para o espelho, veremos um rosto sorridente à nossa frente. Se sorrirmos para as pessoas, elas nos sorrirão também (claro que nem todos, pois gente mal humorada sempre existe, mas estas, claro que podemos deixar de lado). Contudo, se fecharmos a carranca, é dessa maneira que nos tratarão. Se formos educados, a tendência é recebermos a reciprocidade, da mesma maneira que se formos grosseiros, não poderemos esperar sorrisos... Existem diversas pequenas peculiaridades do relacionamento interpessoal que devem ser observadas, se quisermos receber boas respostas por nossos atos. Uma delas, e que sempre causa grande aborrecimento, é sermos deixados de lado por quem tanto nos estimava. Isso ocorre quando alguém nos apoiava e proclamava nossas qualidades aos quatro ventos. De repente, sem que nossas qualidades antes elogiadas tenham sofrido qualquer perda de rendimento, ou por vezes, até melhorando, esse alguém passe a desconsiderar tudo o que antes elogiava. Por vezes por causa de algum relacionamento pessoal. Mas isso nada tem a ver com as qualidades profissionais de alguém. Podemos amar ou detestar alguém pessoalmente, mas o reconhecimento de suas qualidades profissionais não deve ser afetado. Quando isso ocorre, denota falha de julgamento, já que sentimentos pessoais não podem interferir na vida profissional. Também, o que dói na vida é descobrir que aqueles que foram nossos amigos, de repente parecem estar sempre muito ocupados para nos dar atenção. Nesses casos, sempre é conveniente tentar descobrir o porque dessa mudança de tratamento, e se a culpa for nossa, ou seja se esse afastamento se deve a alguma atitude inconveniente, que tal fazer um reestudo e procurar modificar-nos um pouco. Da mesma maneira que desejamos que amigos nos entendam, devemos procurar entende-los. Sempre devemos procurar manter a amizade, usando do diálogo. Para isso, somos dotados da capacidade de comunicação. Se por quaisquer razões, começarmos a nos afastar de nossas amizades, existe o perigo de ficarmos apenas cercados de maus amigos, de pessoas que ficam em nossa volta, apenas movidas por interesses, e que, no momento em que deixarmos de as interessar, nos darão o mesmo retorno que demos a nossos amigos leais, ou seja, as costas. E é triste descobrir que estamos sós apenas porque não soubemos reconhecer quem nos dedicava real amizade, e nos rodeamos apenas por bajuladores, que tão logo deixemos de os atender, sequer pensarão antes de nos abandonar. É constatar que esses são os resultados das nossas atitudes mesquinhas e mesmo de nossa estupidez, por não termos conseguido analisar atitudes. Devemos sempre observar uma certa coerência de atitudes, procurando cuidar de nossa língua, pois muitas vezes fazemos comentários desabonadores sobre alguém. Sempre causará estranheza se mais tarde nos declararmos amigos incondicionais. Ora, se ontem alguém não prestava, como mudou tão repente? Isso denota muita incoerência de nossa parte. São atitudes que devem ser evitadas. Assim como, nos deixarmos levar por vaidade excessiva, proclamando aos quatro ventos nossas excelsas qualidades. Deixemos que os outros as reconheçam. A vaidade excessiva não é bem vista pelas pessoas. Apenas pelos bajuladores, que sempre saberão agradá-las, atiçando sua vaidade. Bem crianças, a velha lei da Natureza Humana condena certos, digamos, defeitos de caráter, tais como ingratidão, egoísmo, vaidade, orgulho, mas nós também temos pontos positivos para abordar, tais como gratidão, reconhecimento, solidariedade, amor, temperança, amizade, que, por serem virtudes, são quase que obrigatórios em nossa formação. Só que nem todos sentem isso, o que é uma pena. <<<<<<<<<< (Desc autor)

Nenhum comentário:

www.borboletaprateada.blogspot.com